Campeãs da Libertadores feminina denunciam que premiação irá para time masculino

No último domingo, o Atlético Hulia conquistou a Copa Libertadores feminina diante do Santos, em uma disputa de pênalti, em Manuas. Mais de 4 mil torcedores estiveram presentes na Arena da Amazônia e assistiram ao duelo entre as duas equipes. As colombianas levantaram o troféu da competição sul-americana, mesmo com apenas dois anos de existência e ainda diante do time do Santos, bicampeões da categoria.

Porém, após a conquista, as jogadoras do Hulia denunciaram algo muito grave. De acordo com Yoreli Rincón, uma das principais jogadores do time, a premiação de US$ 55 mil dada pela Conmebol será destinada ao time masculino do clube colombiano.

“Somos campeãs continentais, mas não acreditem que darão o prêmio às campeãs femininas. Por sermos campeãs, ganhamos US$ 55 mil, dinheiro que nunca chegará a nós. Isso chega ao Atlético Huila masculino, equipe que tem um presidente diferente do que nós temos, que é Diego Perdomo. Temos um reconhecimento que o nosso presidente vai dar o prêmio, mas é do bolso dele, não é o nosso prêmio ganho por ser campeão da l Libertadores, infelizmente é o futebol feminino”, disse Yoreli Rincón.

Esse fato só comprova as dificuldades que o futebol feminino ainda precisa enfrentar, não só no Brasil, nos países sul-americanos, mas no mundo.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s