D’Alessandro declara torcida por Odair e se diz “envergonhado” com ocorrido na Argentina

O mundo estava de olho na “maior final da Libertadores” de todos os tempos. Porém, o que era esperado não aconteceu e o que era para ser histórico ficou marcado por violência e incapacidade de gestão por parte de Conmebol e dos órgãos de segurança argentinos. River Plate e Boca Juniors aguardam definições e soluções para o segundo jogo, enquanto todos lamentam o lamentável episódio ocorrido no último final de semana.

Quem conhece bem esse clássico, essa rivalidade e faz parte da história desse confronto é o camisa 10 colorado, D’Alessandro. O meia do Inter concedeu entrevista coletiva e foi questionado sobre a final. Argentino e ex-jogador do River, D’Ale se mostrou envergonhado e lamentou que a violência tenha vencido.

Além de comentar o ocorrido na Argentina, o meia colorado deu uma declaração de apoio ao treinador do Inter. D’Alessadnro afirmou que torce e espera que Odair seja o comandante em 2019.

A Conmebol definiu que o segundo jogo ocorrerá fora da Argentina, no dia 8 ou 9 de dezembro, mas ainda não comunicou o local, apesar de informações darem conta que Doha, no Catar poderia sediar a segunda partida. O Boca não quer a realização do jogo e espera uma punição ao River, por parte do Tribunal da entidade. Já o River, por meio de seu presidente, foi duro nas críticas e afirmou que o clube xeneize está nitidamente “não querendo jogar”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s