O resultado no clássico de Manchester mostrou um abismo entre estilos

Inegavelmente os times treinados por Pep Guardiola tem um estilo bem definido. Toque de bola, controle de jogo e um futebol vistoso, que apresenta variações e propostas de um jogo ofensivo, mas sem esquecer da consistência defensiva. Por outro lado, ninguém pode desfazer o histórico vencedor de José Mourinho, técnico multicampeão trabalhando em Portugal, Itália, Espanha e Inglaterra.

Neste domingo, um duelo de estilos entrou em campo, quando City de Guardiola e United de Mourinho se enfrentaram pela Premier League e o resultado provou um abismo de diferença entre relação aos desempenhos dessas duas equipes. O lado azul do clássico não teve muitas dificuldades para vencer o maior rival por 3 a 1, se manter na liderança do campeonato inglês e mostrar toda sua maturidade.

O placar do jogo comprovou a superioridade de um time sobre o outro, tanto técnica, tática, como de proposta e de execução. A distância atual entre as duas equipes foi provada em campo, com o resultado e na tabela, onde o City tem 32 pontos e é o líder isolado e invicto da competição. Enquanto isso, o United é apenas o oitavo, 12 pontos a menos que o rival.

Vivendo na mesma cidade, com uma rivalidade incrível, mas sem possibilidades de comparação. Um dos ídolos do United e hoje comentarista de TV, o ex-jogador Gary Neville foi taxativo. “Não devemos sequer comparar Man Utd com Man City no momento. Há um enorme abismo em níveis de desempenho”.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s