Daniel Alves elogia Guardiola, mas treinador discorda de comparação

O brasileiro Daniel Alves não precisa de apresentações. Multicampeão com o Barcelona, passagem vitoriosa pela Juventus, jogador do PSG e titular durante anos da Seleção Brasileira, o lateral é reconhecido como um dos grandes de sua posição. Tão valorizado, que poderia ter vestido camisas de outros gigantes, como Chelsea e Manchester City.

Em entrevista à Sky Sports, o brasileiro revelou que esteve próximo de acertar com os dois times britânicos. Sobre o Chelsea, Daniel Alves revelou que em 2007, antes de acertar com o Barcelona, estava perto de fechar com o time inglês, na época treinado por José Mourinho. Para Daniel Alves, os problemas entre ele e o técnico português podem ter iniciado com esse episódio.

Eu não fui para o Chelsea por causa do clube, não por minha causa”, afirmou o lateral. “Eu pensei que estava feito, que eu estava indo para trabalhar com ele (Mourinho). Eu não sei se ele conseguiu informações diferentes, porque desde então nosso relacionamento não tem sido tão bom, mas não foi minha culpa”, disse o brasileiro.

Um dos assuntos principais da entrevista foi a relação dele com Pep Guardiola, treinador do Manchester City, mas que comandou o brasileiro nos tempos de Barcelona. Segundo Daniel Alves, o treinador espanhol é um gênio.

Guardiola me ensinou muitas coisas e é por isso que em todas as entrevistas que me perguntam sobre ele, eu sempre digo a mesma coisa: ele é o melhor treinador com quem já trabalhei. Ele é um gênio nos momentos decisivos. Ele sabe como deixar seus jogadores saberem exatamente o que eles devem fazer”, afirmou Dani Alves.

A relação entre os dois parecia ser um facilitador para o lateral brasileiro se juntar ao treinador no Manchester City, mas isso não ocorreu e Daniel Alves acabou fechando com a Juventus. Sobre o fato, o brasileiro explicou. “Tudo foi feito para ir ao Manchester City, mas isso não aconteceu por causa de uma decisão familiar. Pep sabia das minhas intenções. Falei com ele, ele sabia minha intenção de trabalhar com ele novamente”, explicou o jogador.

Daniel Alves é um dos jogadores que participou do documentário Take the Ball, Pass the Ball, que fala sobre Guardiola e o período que trabalhou no Barça. Segundo o brasileiro, trabalhar com o treinador espanhol é “melhor do que sexo”. Perguntado sobre essa referência, o treinador foi no caminho oposto, e disse preferir sexo.

Confira a entrevista completa de Daniel Alves.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s