Guardiola revela drama familiar e faz declaração ao Manchester

Se existe um técnico de futebol respeitado e, por muitos, idolatrado, esse é Pep Guardiola. O ex-jogador espanhol e treinador do Manchester City, tem sido um dos profissionais mais valorizados dos últimos anos, por seus títulos, mas também, por sua maneira de conduzir e pensar o jogo de futebol. Tido por muitos como o melhor técnico das há muitas temporadas, Guardiola concedeu uma entrevista a “BBC Radio” e falou sua vida, seus momentos de lazer e sua busca por sempre atingir o melhor no seu trabalho.

guardiola

Entre os assuntos abordados, o treinador espanhol relembrou algo poucas vezes falado por ele. Em maio de 2017, em um show da cantora Ariana Grande, na Manchester Arena, um terrorista explodiu uma bomba no local e 23 pessoas morreram, com mais 139 feridos. Esse triste fato tem relação com a vida de Guardiola, isso porque, sua esposa e suas duas filhas estavam presentes nesse show.

Eu estava em casa com o meu filho e minha esposa e minhas filhas estavam lá (no show). Elas tiveram sorte. Ela me ligou, mas a ligação caiu imediatamente. Ela falou que algo tinha acontecido, que elas estavam correndo, mas que as pessoas não sabiam o que estava ocorrendo. A ligação caiu, eu tentei ligar novamente para ela, mas não funcionou. Fomos para Arena e depois de cinco ou seis minutos ela ligou de novo dizendo que estava bem e fora da Arena. Nós tivemos sorte, mas muitos outros sofreram”, lembrou Guardiola.

Ainda relacionado a este fato, o treinador elencou músicas que fazem parte da vida dele, e entre elas, está ‘Don’t Look Back in Anger’, um dos maiores clássicos da banda britânica (e de Manchester) Oasis e que tem Noel Gallagher, um dos fundadores do grupo, como torcedor do City. Segundo Guardiola, a música representa muito para ele e para sua vida. A letra fala em “não olhar para trás com raiva” e foi usada durante as homenagens aos mortos no atentado na cidade de Manchester.

Confira outras músicas escolhidas por Guardiola e acompanha a entrevista completa.

Duranta a entrevista, Guardiola comentou o drama vivido por David Silva, que teve o filho hospitalizado, falou da influência de Cruijff na sua vida e fez uma declaração ao clube inglês que comanda atualmente.

Eu serei Manchester pelo resto da minha vida. Serei um torcedor do City e será impossível treinar outro time como o Manchester na Inglaterra, porque eu sinto o amor das pessoas daqui. Quando as pessoas dizem, o que você quer? Ser amado. O mais legal é quando você se sente bem com as outras pessoas”, concluiu o treinador.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s