Mais que um jogo

Sempre tive vontade de conhecer outros países e felizmente consegui. Ano passado, o intercâmbio feito em Londres, foi incrível (recomendo muito) e o mochilão por outras capitais europeias também. Mas a paixão pelo futebol não me deixou e foi junto comigo para a terra da Rainha e para esses outros destinos.

E se o futebol foi inventado pelos ingleses, Londres pode ser a capital do esporte mais popular do mundo. A cidade respira o jogo, seja nos estádios espalhados pelas mais variadas regiões, ou nos famosos pubs, que transmitem várias partidas entre um “pint” e outro de cerveja.

Quando cheguei na cidade, já tinha em mente conhecer estádios e ver jogos da Premier League. Por falar em estádios, os clubes sabem explorar os potenciais turísticos das suas arenas e fazem disso um negócio muito lucrativo. Ainda mais se você considerar que a capital britânica tem mais de 60 times, entre a elite e divisões inferiores.

Sem perder muito tempo, resolvi conhecer um desses estádios. Você pode pensar que fui em Wembley, ou no Emirates, mas não. Meu primeiro contato com o futebol inglês foi com Barnet. Isso mesmo, Barnet. Nunca ouviu falar? Eu também não tinha ouvido. O clube fica no subúrbio de Londres e disputa a quarta divisão do futebol local. Um time modesto, fundado em 1888, mas com uma estrutura interessante, ainda mais para quarta divisão.

Entrada do estádio The Hive, casa do Barnet/Crédito: Arquivo pessoal

O jogo era no estádio The Hive, casa do Barnet. Longe de ser uma Arena, com pouco mais de cinco mil lugares, o palco era bonito e organizado. O adversário era o Luton Town. Deixando de lado a parte técnica, que não foi das melhores, serei muito sincero: foi uma das experiências mais legais que eu tive com o futebol. O placar de 1 a 0, com gol marcado no finalzinho, deixou tudo mais emocionante e divertido. O clima de time de bairro, cerveja e cachorro quente, estação de trem ao fundo, tornou àquele sábado inesquecível.

Essa história precisava abrir este site, pois isso é esse tal de futebol. É algo que mexe com quem tem por esse esporte um sentimento de carinho e paixão. Tenho outras histórias, de outros estádios e que falam disso, até porque, nunca é só um jogo.

Jogo da quarta divisão, mas a experiência foi incrível
Visão da arquibancada do estádio do Barnet/Crédito: Arquivo pessoal
Anúncios

Um comentário em “Mais que um jogo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s